(32) 3025.4344 | (32) 99129.0617

Microagulhamento, a solução para manchas resistentes

A solução para as manchas resistentes que aparecem na nossa pele é o Microagulhamento. Esta é uma das tecnologias da dermatologia mais comentada no momento, principalmente por ter sido recomendada por pessoas famosas. Por outro lado ao ver as fotos desse procedimento, pode haver algum certo estranhamento e o aparecimento de dúvidas. O que é realmente esse tratamento? Para que ele serve? Ele é doloroso? Essas são algumas perguntas que vamos responder nesse texto.

O Microagulhamento é um sistema que ajuda a eliminar as manchas mais resistentes que temos na pele, como o melasma. Também existem outros benefícios dessa inovação, como o tratamento de cicatrizes, auxílio contra as estrias e ajuda na sustentação da pele, levando resistência e atraso no aparecimento das rugas. Além desse método de combater o envelhecimento, existem outras maneiras de adiar o aparecimento das temidas rugas, clique aqui para conferir.

O que é o Microagulhamento?

Essa é uma das maiores dúvidas sobre esse tema, apesar já ter virado muito comum em clínicas de dermatologia, os procedimentos que acontecem ainda são bem desconhecidos. O Microagulhamento ou a Indução Percutânea de Colágeno é um tratamento dermatológico que envolve o uso de agulhas. Geralmente, são bem pequenas e servem para perfurar a pele, estimulando a formação de colágeno e elastina.

O intuito deste procedimento é a solução para manchas resistentes e outros problemas que dão na pele. Ele pode ser feito com rolos ou canetas de microagulhas, para que seja feita essa escolha o dermatologista deve levar em consideração as necessidades de cada paciente. Mas afinal, como esse tratamento é realizado?

Como é a solução para manchas resistentes?

O receio sobre esse procedimento começa quando imagens do procedimento são divulgadas na internet. Entretanto, saber como o tratamento é feito, pode ajudar as pessoas a entenderem melhor esse tema. Existem alguns cuidados antes da realização da sessão, que variam para cada tipo pele. Por isso, é o seu dermatologista que indicará o que deve ser feito antes de fazer o Microagulhamento.

Assim que a sua pele estiver apta, o especialista irá marcar o procedimento. O primeiro passo a ser feito é anestesiar o local em que as agulhas vão penetrar na pele. O tratamento é realizado com movimentos de vai e vem na pele, usando também posições diferentes em cada parte da pele. Pode haver um leve sangramento, o que é normal e logo é interrompido. Isso acontece por causa da espessura das agulhas, que variam de 0,25mm até 3mm. É sempre importante ressaltar que esse tratamento é indolor por causa da anestesia, porém em algumas regiões mais sensíveis é possível sentir um pequeno desconforto.

Ao mesmo tempo em que essa etapa está sendo executada, o dermatologista pode fazer o uso de medicamentos na pele, de forma que eles penetrem com mais intensidade. A associação do Microagulhamento com o uso dos medicamentos se chama drug delivery. Contudo, o uso desse método depende do que o paciente deseja atingir com o tratamento. Depois do final da sessão, o seu dermatologista vai recomendar alguns cuidados que devem ser tomados após o procedimento.

Precauções pós tratamento

Depois do tratamento, o local da aplicação ficará mais sensível. Por isso a pele pode apresentar vermelhidão e ainda há a possibilidade de aparecerem crostas na pele, assim como descamação. Então como devem ter alguns cuidados antes de realizar o procedimento, após ele também existem responsabilidades. Sem essas ações, manchas podem aparecer na pele, então seguir o que for recomendado é essencial. Contudo, cada pele tem seu diferencial e cada pessoa deve seguir as orientações do seu médico, porém algumas recomendações são básicas.

Para que não exista complicações pós tratamento é muito importante tomar alguns cuidados, como:

  • Não pegue sol durante um mês e meio;
  • Passe protetor solar com um filtro maior que 30, quando sair de dia;
  • Não arranque a crosta, caso ela apareça;
  • Aplique os remédios que o médico receitar;
  • Evite passar água quente no rosto.

Solução para manchas resistentes

Quando esse procedimento é feito, o organismo tenta recuperar os furos que foram feito na pele, sendo assim ele acelera a produção de colágeno e elastano, responsáveis por deixar a pele mais resistente e macia. Dessa forma a Indução Percutânea de Colágeno é realizada e esses componentes ajudam as fibras a se reorganizarem, o que ajuda a eliminar rugas, cicatrizes e manchas profundas como o melasma.

Profissionais qualificados

Já que esse é um procedimento dermatológico que envolve muitos cuidados com a pele, é muito importante que você procure um especialista. Uma vez que, só ele vai poder analisar a sua pele e saber quais são as suas necessidades e o tratamento mais adequado para ela.

A Clínica Optimize realiza esse procedimento, buscando atender pessoas que procuram uma solução para manchas mais resistentes, que não reagem bem a tratamentos convencionais. Por isso, temos aqui profissionais capacitados para atender e solucionar o seu problema da forma certa, usando os melhores equipamentos.

Clínica Optimize
Centro Médico Monte Sinai
Avenida Presidente Itamar Franco, 4001
Sala: 713 – Leste – CEP 36033-318
Cascatinha – Juiz de Fora – MG
(32) 3025.4344 | (32) 99129.0617
contato@clinicaoptimize.com.br

As manchas do melasma: como tratar e prevenir?

Você é uma daquelas pessoas que gosta de tomar sol, ou que anda muito durante o dia sem protetor solar? Se a resposta for sim, tome cuidado com o melasma. Mas você sabe o que são essas manchas? O Melasma são manchas de tom amarronzado que aparece principalmente na área do rosto (mais especificamente nas bochechas, testa, nariz e queixo). Essas manchas podem aparecer em outro locais do corpo, como nos braços e no pescoço.

Algumas das mais recorrentes causas do melasma são a exposição ao calor e alteração hormonal, através do uso de anticoncepcional e durante a gravidez. Apesar de ser mais comum em mulheres, os homens também podem ter as manchas do melasma.

No verão, os cuidados com o melasma devem ser redobrados, já que normalmente nossa pele fica mais exposta ao sol. Mas não é só o melasma que pode aparecer durante o verão. Outras doenças de pele são perigosas e cabe um tratamento adequado nessa época do ano. Para saber mais sobre os cuidados com a pele durantes os dias mais quentes, clique aqui!

O melasma é dividido em três tipos e cada um necessita de um cuidado e um tratamento especial:

  • Epidérmico: quando o excesso de melanina está inserido na camada mais superficial de pele, mais precisamente na epiderme, parte que protege a pele de ferimentos externos.
  • Dérmico: é o melasma mais difícil de tratar, pois fica na camada mais profunda, abaixo da epiderme.
  • Misto: é quando o melasma atinge tanto a epiderme, quanto a derme.

Melasma na gravidez

Quando estão grávidas, as mulheres precisam tomar muitos cuidados com o seu corpo, a fim de evitar problemas como estrias e as próprias manchas do melasma. Durante a gravidez há um aumento de hormônios no corpo, que servem para proteger o bebê e ajudar no seu desenvolvimento. Esse excesso de hormônio pode acabar sendo prejudicial para o corpo da mulher.
Para se ter uma ideia, o crescimento da produção de estrogênio é 30 vezes maior durante a gestação.

Além de provocar mudanças tanto físicas, quanto emocionais na mulher, as alterações hormonais são responsáveis pelo melasma durante a gravidez. Mas não são todas as gestantes que devem se preocupar, já que o melasma é mais comum em quem já tem tendência a ter o problema. De qualquer forma, o cuidado com a pele é sempre importante nessa fase.

Prevenção e tratamento das manchas do melasma

Além de ser uma excelente ferramenta contra outras doenças de pele, como câncer e o envelhecimento precoce, o filtro solar ajuda a prevenir o melasma. O protetor solar deve ser usado todos os dias, inclusive no frio ou em dias nublados. Além disso, é importante lembrar de reaplicar o protetor, já que ele vai perdendo o efeito durante o dia.

Apesar de não ter cura, existem alguns tratamento que podem ajudar a clarear a pele para que o melasma fique imperceptível. Porém, se não houver continuidade na tratamento e o uso diário do filtro solar, as manchas podem voltar e o tratamento terá que recomeçar.

O primeiro passo para tratar o melasma é procurar um dermatologista, ele irá te passar o tratamento adequado para o seu tipo e irá identificar a fase em que o melasma se encontra.

Um dos tratamentos indicados é o uso de cremes clareadores, com base de hidroquinone, ácido retinóico, etc. Esse método é mais demorado e precisa ser levado a risca. Outra abordagem é o uso de peeling, que resolve mais rápido o problema. Em alguns casos, ainda é possível usar o laser para eliminar manchas mais profundas.

A Clínica Optimize é especializada em dermatologia e estética. Aqui, você encontra profissionais qualificados para te oferecer o melhor tratamento. Nossos equipamentos proporcionam o melhor no tratamento do melasma Venha nos conhecer e marque já a sua consulta.

Clínica Optimiza
Centro Médico Monte Sinai
Avenida Presidente Itamar Franco, 4001
Sala: 713 – Leste – CEP 36033-318
Cascatinha – Juiz de Fora – MG
(32) 3025.4344 | (32) 99129.0617
contato@clinicaoptimize.com.br

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá Clinica Optimize! Cheguei até aqui pelo link da sua Landing Page, podemos conversar? []