(32) 3025.4344 | (32) 99129.0617

Manchas na pele madura: o que são?

manchas na pele

Com o avanço da idade, é comum que surjam manchas na pele madura e outros sinais de envelhecimento. Isso porque o acúmulo de danos causados por agentes externos, como a radiação solar e a poluição, podem resultar na melanose solar – que são aquelas manchas escuras na pele madura que aparecem, geralmente, após os 40 anos.

De maneira geral, existem diferentes tipos de manchas na pele madura que podem surgir a partir dos 40 anos. Entre as mais comuns, podemos citar a melanose solar, que também é conhecida como mancha senil.

Causadas pela exposição solar ao longo da vida, essas manchas marrom no corpo costumam ser mais aparentes em peles mais claras e aparecem nas áreas do corpo mais expostas ao sol, como nas mãos, rosto, colo, ombros e braços.

Além da melanose, as sardas brancas são outro tipo de manchas na pele motivadas pelo avanço da idade somado à exposição solar sem proteção. Caracterizadas por marcas brancas, arredondadas e pequenas, elas tendem a surgir no rosto e antebraços.

As principais causas das manchas na pele madura

Embora a exposição solar seja o principal motivo por trás das manchas escuras na pele madura, o sol não é o único fator responsável pelo quadro. Isso porque essas hiperpigmentações, principalmente a melanose solar, também podem ser resultado do próprio envelhecimento da pele e de questões hormonais, que são comuns a partir dos 40 anos e a chegada da menopausa.

Por esse motivo, antes de iniciar qualquer tratamento para diferenças de tonalidade na pele madura, é importante consultar um dermatologista de confiança para diagnosticar a causa das marcas e garantir o método adequado para o seu caso.

Como reduzir as diferenças de tonalidade na pele madura: veja os melhores ativos para o tratamento

Assim como outros quadros, as diferenças de tonalidade na pele madura também podem ser tratadas através do uso tópico de dermocosméticos. Por isso, vale apostar na aplicação de cremes ou séruns à base de ativos despigmentantes e rejuvenescedores, como ácido tranexâmico e ácido kójico.

Outro cuidado que deve fazer parte da sua rotina é o uso de filtro solar. Nesse caso, vale ressaltar que um protetor solar com cor é um grande aliado para deixar a pele protegida e uniforme.

Além disso, procedimentos como peelings, microagulhamento e laser também são bem-vindos para amenizar e tratar as marcas escuras na pele. Juntos, todos esses cuidados são capazes de intensificar e facilitar a redução das diferenças de tonalidade por meio da renovação celular, o que diminui consideravelmente as manchas na pele.

Agende sua consulta!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá Clinica Optimize! Cheguei até aqui pelo link da sua Landing Page, podemos conversar? []