(32) 3025.4344 | (32) 99129.0617

Como está a sua autoestima? – por Daniela Martins

Autoestima é a valorização que uma pessoa confere a si própria, permitindo sentir-se confiante em relação a si própria. Atualmente é um termo muito falado e sem dúvida essencial para que sejamos de fato, felizes.

Se pudéssemos resumir essa definição em um sentimento, poderíamos considerar o amor. Amor por quem você é, pelo o que tem de mais bonito e de mais imperfeito. É a expressão de tudo o que te permite simplesmente ser, e de viver bem com isso.

Posso relacionar a autoestima verdadeira, também aos sentimentos de paz, de libertação, que se mostram presentes quando não nos importamos com o que os outros vão pensar, quando não precisamos lutar para sermos aceitos ou nos encaixar dentro de um padrão.

A beleza está muito ligada a autoestima, mas não da forma como estamos acostumados a enxergar. O belo ainda é visto por muitos como o que se encaixa em um modelo ideal, no que é imposto socialmente como o mais adequado, admirável, bem visto. Mas tudo isso é relativo, não existe uma beleza única e ideal, tudo isso nos confunde e nos mantém presos na eterna busca pela perfeição, presos a conceitos que vemos por aí e acreditamos ser o melhor. Mas como ser perfeito em um mundo onde isso não existe, e onde a diversidade é tanta, que se alcançar um único padrão torna-se quase impossível?

Todos queremos nos sentir verdadeiramente amados e aceitos socialmente, mas isso se mostra como um grande desafio. Isso porque muitos ainda acreditam que isso vem de fora, da aprovação dos outros. De uma forma ou de outra ainda nos cobramos muito, nos culpamos, sofremos por não conseguir nos sentir tão felizes e plenos em nossas vidas. É uma grande expectativa que parece frustrada a cada vez que tentamos nos adequar.

Muitas pessoas estão diariamente em conflito com o que são, com o que veem no espelho, com seus excessos e faltas… Projetamos aqui fora, no mundo externo, tudo o que a gente quer ser: mais bonito(a), mais interessante, mais querido(a), mais reconhecido(a)… Um MAIS infinito, que a cada vez que entramos nas redes sociais ou ligamos a TV, se torna ainda mais distante e inatingível. Isso porque aos nossos olhos, as outras pessoas estão sempre felizes, em um lugar paradisíaco, com um corpo definido e vivendo suas vidas aparentemente perfeitas.

Essa necessidade de sermos aprovados pelo mundo externo faz com que a gente acredite que a nossa vida é injusta, inferior ou que estamos muito longe de alcançar o ideal de felicidade. E enquanto tentamos corresponder a isso, a nossa autoestima é apenas uma ilusão, ou realmente não existe. Daí todo o sentimento de angústia, tristeza, culpa e incapacidade que essa comparação nos faz sentir. Aceitação e admiração tem que partir primeiramente de dentro de nós!

A autoestima é criada internamente, a partir de cada sentimento positivo que atribuímos a nós. Mas ela precisa ser cultivada, fato que alguns não sabem ou se esquecem ao longo da vida. Se sentir bem e feliz com a sua essência é um exercício diário, que envolve tudo o que desperta a sua alegria e satisfação pessoal. É fazer o que você gosta, estar com pessoas queridas, aproveitar o que te dá prazer, se olhar no espelho e se sentir bonito(a), interessante. É se conhecer, descobrir o que em você está impedindo ou limitando a sua felicidade, o seu amor próprio, a valorização de tudo o que você é.

Parte importantíssima da autoestima e bem-estar é o autocuidado. Desde vestir o que você gosta, se sentir bem, cuidar da sua aparência, até estar em paz com você mesmo(a). Não para entrar nos padrões, ser igual a alguém ou aderir a uma moda específica, mas sim para reconhecer o que é importante para você, cuidar da sua saúde, fazer o que mais te agrada, se encaixa no seu estilo, na sua personalidade, o que te ajuda a se amar mais, e tudo o que vai te proporcionar orgulho de si mesmo(a) – ainda que vá totalmente contra a opinião alheia.

Beleza vai muito além do que as pessoas veem ou dizem por aí, com conceitos prontos que não se adequam a todos. É muito mais do que o que achamos feio, inadequado, imperfeito ou até inaceitável. Se algo em você realmente te incomoda busque melhorar, se não conseguir sozinho(a) existem diversos profissionais que podem te ajudar. Não deixe de ser você, de se descobrir, e claro, de fazer suas reais escolhas, afinal o que vale é o que realmente é importante para a sua felicidade. Bonito é tudo o que te faz bem, e a sua autoestima está exatamente nisso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá Clinica Optimize! Cheguei até aqui pelo link da sua Landing Page, podemos conversar? []